Salivação em excesso pode indicar problemas

Diversas doenças e até mesmo envenenamento estão relacionados à essa situação

A salivação é fundamental para digestão. Ela facilita a descida dos alimentos pelo esôfago, lubrifica a boca, protege os dentes, regula a acidez estomacal, entre outras funções essenciais.

Nos cachorros, assim como nos humanos, a saliva desempenha basicamente as mesmas funções. Mas, quando ocorre em excesso, pode indicar algum problema de saúde.

Why Does My Dog Drool? : Here are some (Gross) Facts
Cães de raças caracterizadas por terem lábios soltos costumam babar mais (imagens: freepik )

No entanto, antes de se alarmar, é importante saber que algumas raças têm mais propensão a acumular saliva, como: São Bernardo, Basset Hound, Buldogue, Labrador, Dogue alemão, Bullmastiff e Boxer.

Por isso, analise bem a situação. E se esse não for o caso do seu cão, procure um médico veterinário. A salivação em excesso pode estar relacionada à problemas de saúde graves, nem sempre acompanhados de outros sintomas.

A salivação em excesso tem função de regular o Ph intestinal e pode indicar intoxicação

Confira algumas das possíveis causas da salivação:

  • Torção gástrica: A condição faz com que o estômago se dilate e gire em torno dele mesmo, se fechando e fazendo com que o alimento que está lá fique preso e o animal não consiga mais se alimentar direito;
  • Gengivite ou doença periodontal:  A gengivite é o acumulo de placa bacteriana nos dentes do animal e, se não tratada corretamente, evolui para a doença periodontal e a produção excessiva de saliva nesses casos é uma tentativa do corpo de fazer uma limpeza na boca do cachorro;
  • Raiva: Geralmente a salivação acompanha outros sintomas como agressividade, falta de apetite, agitação e convulsões e quanto antes a doença for diagnosticada melhor. O ideal é que todo animal seja vacinado contra a doença;
  • Psicológico: Sentimentos como ansiedade, medo e nervoso fazem com que os animais mudem seu comportamento. Uma das alterações é o aumento na produção de saliva;
  • Envenenamento: As toxinas estranhas ao corpo fazem com que o animal comece a babar na tentativa de eliminá-las.

O que fazer nesses casos?

O mais indicado para o dono que perceber o cachorro salivando em excesso é prestar bastante atenção no animal e levá-lo ao veterinário.

Passar todas as informações de mudança de comportamento ou física para o profissional é de extrema importância para um diagnóstico preciso.

Depois de determinar o motivo ou descartar as causas do excesso de baba, é hora de agir de acordo:

Se o seu animal de estimação pertence a uma raça propensa a babar (como o cão-de-santo-humberto, dogue de Bordeaux ou o boiadeiro bernês), tudo que você pode fazer é colocar panos ou toalhas nas áreas que ele frequenta.

Adaptado de: CANAL DO PET

Adicionar comentário