Ração terapêutica

O termo “terapia”, tem como significado “a ciência ​de cuidar e tratar de doentes ou de doenças”. Uma ração terapêutica tem o objetivo de fazer parte do tratamento de um paciente.

Atualmente, na medicina veterinária, algumas marcas possuem rações especialmente formuladas para determinados tipos de doenças. O valor da ração é diferenciado por justamente ser balanceada para as exigências do paciente.

As rações terapêuticas mais indicadas são para doenças renais, urinárias, hepáticas, rações para pacientes diabéticos, obesos, cardíacos, com hipersensibilidade e intolerância alimentar, problemas dermatológicos e articulares.

Para pacientes com insuficiência renal, por exemplo, é importante uma alimentação balanceada com níveis proteicos, vitaminas e minerais (como sódio, cálcio, fósforo) adequados, além de antioxidantes e ácidos graxos (como o ômega 3). Também precisam possuir boa palatabilidade, garantindo oferecer a dieta formulada em uma ração única de forma muito mais prática e segura.

Outro tipo de ração terapêutica é a alimentação completa em forma de pasta (líquida). Ela é essencial para pacientes internados que não estão se alimentando, e podem ser oferecidas através de sondas. São ricas em proteína – que são de grande importância para auxiliar nos processos de cicatrização, por exemplo.

Mas lembre-se: é muito importante que essas rações sejam oferecidas somente com indicação do médico veterinário. Para cada caso, um tipo de ração será indicado.  

Adicionar comentário