Muito calor? Cuidados com nossos pets em dias quentes

Em dias muitos quentes não somos só nós que sofremos com o aumento da temperatura, isso também pode acontecer com nossos animais. No calor precisamos cuidar de nossos pets para evitar problemas como desidratação, choque térmico, queimaduras solares e lesões nas patinhas. Seguem algumas dicas importantes para auxiliar os nossos animais quando as temperaturas se elevam:

  1. HIDRATAÇÃO

Manter sempre água limpa e fresca é essencial para ele se manter hidratado. Mantenha mais potes de águas espalhados pela sua casa e você pode também colocar cubos de gelos para manter a água mais gelada. No caso dos gatos, que já não costumam se hidratar tanto, o uso de bebedouros com água corrente favorece a ingestão de água nessa espécie. Alguns canais de nutrição pet também ensinam a você fazer ‘sorvete’ natural para seu pet, peça orientação ao seu médico veterinário de frutas que seu pet pode ou não ingerir e aproveite para fazer esse petisco saudável e que vai ajudar a ele também nesses dias mais quentes do ano.

  1. PASSEIOS COM SEU PET

Se você costuma passear com seu animal deve priorizar o início da manhã e a partir do final da tarde, cuidado com horários que o asfalto estiver mais quente. Além disso, priorize passear com ele na sombra e na grama. Os coxins das patinhas do seu animal é muito sensível e pode lesionar facilmente se o animal ficar caminhando no chão quente. Se for praticar exercício com seu pet cuidado para não exagerar, tenha momentos de descanso e leve água para hidrata-lo.

  1. PROTETOR SOLAR

Você sabia que já existem protetores solares específicos para animais? É importante cuidar dos animais que possuem pelo curto, pelagem branca ou mucosas claras, passe o protetor especialmente aonde a pele pode ficar mais exposta ao sol, como ao redor dos olhos, focinho e orelhas.

  1. PASSEIOS DE CARROS

Ao andar com seu pet de carro e tiver que fazer uma parada, NÃO deixe seu animal dentro do carro, mesmo com janelas abertas ou ar condicionado ligado não devemos deixa-los. Ao sair, sempre seu animal vai junto e não somente em dicas de calor, nunca deixe o animal sozinho dentro do carro.

  1. CUIDADOS COM OS PELOS

O pelo protege a pele do seu animal, não é indicado tosas baixas dependendo da raça do animal, portanto sempre converse com o médico veterinário. O ideal é realização de tosa higiênica, diminuir o comprimento dos pelos e escove-o mais regularmente. A frequência de banhos tendem a aumentar nessa época, porém cuidado com excessos e lembre-se sempre de secar o pelo para não predispor ele a problemas dermatológicos.

  1. ATENÇÃO A PULGAS E CARRAPATOS

Mantenha atualizado o plano de prevenção a ectoparasitas do seu animal, pois nessa época do ano tendem a ter mais infestação de pulgas e carrapatos.

  1. AMBIENTE

Mantenha seu animal em um ambiente confortável em casa, se ele tende a ficar mais do lado externo tenha um local com sombra para ele poder se proteger. Dentro da sua casa mantenha em ambientes mais ventilados também. No caso de apartamentos e seu animal goste de ficar em sacadas e janelas coloque telas e grades para evitar acidentes.

  1. OBSERVE SEU ANIMAL

Caso perceba que seu animal esteja muito ofegante, apático, com dificuldade para respirar, aumento da frequência cardíaca, língua ou mucosas azuladas é importante colocar ele em um local mais ventilado, se possível climatizado e leve-o para um atendimento com o médico veterinário. Animais de focinhos curtos, idosos, obesos, com problemas cardíacos e respiratórios são mais suscetíveis a hipertermia e choque térmico então os cuidados devem ser redobrados em dias de calor.

Todos esses cuidados auxiliam o bem estar do seu animal e assim ele pode passar pelos dias quentes mais confortavelmente. Em casos de dúvidas consulte sempre o médico veterinário.

Adicionar comentário