Obesidade em cães e gatos: quem é o grande vilão?

Tem se discutido muito o papel do tutor no controle do peso de seus animais, apesar de fatores genéticos e hormonais também estarem relacionados a esse balanço energético positivo que o animal pode desenvolver, fatores comportamentais do tutor também contribuem no desenvolvimento do sobrepeso em cães e gatos.

Um dos fatores que podem contribuir é o habitual oferecimento de petiscos de mesa, que são pedaços de alimentos do consumo humano que o tutor para não jogar fora ou por ‘dó’ acaba oferecendo ao seu animal, a alimentação não controlada e ofertada à vontade também estimulam ao não controle da ingestão diária de alimentos. A presença do animal em cozinhas e ao lado da mesa aonde seus tutores se alimentam contribuem para o oferecimento exagerado de petiscos.

Busque orientação com o médico veterinário do seu animal para poder formular uma dieta balanceada ao seu animal, e também verificar no caso de cães obesos se outros fatores, como doenças hormonais, podem estar relacionados ao quadro de obesidade.

Além disso, a predisposição ao sobrepeso é quando há uma alta ingestão calórica com menor gasto energético, portanto inserir uma rotina de caminhada e brincadeiras ao ar livre estimula o gasto energético do seu pet.

Adicionar comentário