Dicas para um pedal seguro ao lado do seu melhor amigo

Cachorros e tutores precisam de tempo e disciplina para aprenderem a curtir esse momento juntos

O hábito de pedalar é um excelente exercício físico, e que pode ser feito na companhia dos cães.  Mas, antes de começar, é preciso ficar atento a algumas características do animal, como: o condicionamento físico, o porte, a idade e o estado de saúde. 

Esteja ciente de que essa rotina requer um período de adaptação para ambos – cachorro e tutor.

Não tenha pressa

É muito provável que o cachorro estranhe a bicicleta nas primeiras vezes. Deixe que ele cheire, reconheça e se familiarize sem pressão. 

Tente caminhar empurrando a bicicleta, sem pedalar. Depois comece a subir na bicicleta e percorra distâncias curtas. Em ritmo lento, porque ele tem que fazer um esforço muito maior que o seu.

Ensine comandos

Depois de superada a desconfiança inicial, o próximo desafio é ensinar uma ordem específica para o cachorro virar e seguir o percurso. Dessa maneira evitamos que ele puxe, vire de forma inesperada ou desequilibre o ciclista.

Outras dicas importantes:

  • O cachorro deve fazer as necessidades antes de começar o passeio;
  • Ele não pode ter se alimentado nas duas horas anteriores ao exercício e depois do passeio deve esperar uma hora para comer;
  • O cachorro terá que passear sempre no lado direito da bicicleta para o proteger do trânsito e atado à guia;
  • Não utilize guias de pescoço, que podem provocar lesões cervicais, prefira um arnês de corpo;
  • Verifique as “almofadas” das patas, porque o asfalto é muito abrasivo e pode machucá-las;
  • Leve sempre água fresca e ofereça a cada parada, sempre ao perceber que o dog está cansado;

Consulte o médico veterinário

O passeio de bicicleta causa grande impacto nas articulações do cachorro. Se for feito de forma periódica, é preciso consultar o veterinário para prevenir doenças.

Acessórios para pedalar com o cachorro

Quem não quer se preocupar com o desgaste físico do cão, pode optar por outros meios para levá-lo junto na pedalada. Além das cestinhas, existem os reboques, mochilas e acessórios específicos para fixar a guia junto à bicicleta.

Adaptador: Sistema rígido que se adapta à bicicleta e mantém o cachorro a uma distância segura ao mesmo tempo que evita puxões.

Cestas especiais: Colocadas na parte da frente da bicicleta, têm cintos de segurança para os cães pequenos também darem um passeio de bicicleta. 

Bicicleta especial: Com amplo espaço na parte da frente, são estruturadas como um triciclo para segurar bem a cesta de cachorros maiores;

Reboque: Para os grandões que não podem acompanhar a bicicleta, seja pela sua idade ou por algum problema físico, o trailer para cachorro pode ser rebocado pela bicicleta.

Lembre-se que o mais importante é transformar esse hábito em um momento de convívio saudável com seu cachorro. Siga todas as orientações e aproveite!

Adicionar comentário